galapagostour@galapagostour.com.br
(51) 3224-2082 | (51) 98407-4707

Turismo de Experiência: Andrà tutto bene!

Turismo de Experiência: Andrà tutto bene!

É unânime que o mundo não será mais o mesmo pós-pandemia. O Coronavírus nos trouxe um sentimento de fragilidade, mas também de autopreservação. Cuidaremos mais uns dos outros. Não seremos mais movidos pela vida frenética. A qualidade de vida passa para o primeiro plano.

Significa que ficar em casa hoje tem méritos para quem se reconhece vivendo em comunidade e todo mérito é passível de uma recompensa. E esta recompensa todos já enxergamos no horizonte: viajar! (Re)conhecer os horizontes, paisagens e pessoas ao nosso redor. Quando livres do confinamento buscaremos nossos pares. Sejam amigos, parentes, ou simplesmente a vontade de sair e admirar paisagens, arquiteturas, belezas naturais e construídas que nos fazem contemplar, mas também agradecer, por tudo e por todos.

A qualidade e a segurança nas viagens serão as exigências, mas não mais estética e protetiva. Serão cobradas cada vez mais a física e a sanitária. Ora pelos órgãos públicos, de controle e fiscalização, ora pelos usuários, representando um novo mercado. Porque agora as pessoas que adoram turistar em terras tão tão distantes, como eu e você, pelo prazer em presenciar coisas, fatos e vivências tão diferentes das quais estamos acostumados, vão querer redescobrir o que está um pouco mais perto. Ora perto o bastante para ir de carro ou de ônibus, ora perto o suficiente que se sinta seguro de estar a algumas horas de casa.

E dessa forma, a Montevidéu será tantas outras Montevidéus ainda não conhecidas. Mas Nobres e Chapada dos Guimarães terá mais contemplação, Santana do Livramento e Dom Pedrito descortinarão a melhor carne do mundo regada aos vinhos da campanha, Machu Picchu será muito mais pitoresca, Goiás será ilustrada por causos de Cora Coralina, as Missões serão jesuíticas, mas também de Sepé Tiaraju, cantando em trova e versos o além-fronteiras pampiano.

A Galápagos Tour – Turismo Ambiental e Cultural, sensível a toda essa explosão de vontade, da alegria do explorar e sentir, está dando bastante ênfase em roteiros que privilegiem experiências aos visitantes.

Mas, obviamente, não voltaremos iguais. Seremos mais atentos aos locais onde transitamos e o cuidado com a limpeza. Além disso, nos perceberemos por um bom tempo como vetores biológicos, possíveis transmissores de doenças. São amargas heranças de um momento de tensão, mas que se bem organizado, aproveitaremos para melhorar infraestrutura, equipamentos e serviços, ressignificando qualidade de atendimento e hospitalidade.

Poucos dias antes da Organização Mundial da Saúde declarar a pandemia, a página Melhores Destinos, especializada em turismo, apresentou as tendências para o futuro do turismo. Thayana Alvarenga elenca desde realidade virtual aos cruzeiros sustentáveis, perpassando por outras inovações tecnológicas.

Porém, o COVID19 nos transporta a outras perspectivas: experiências! Não é só o confinamento que está angustiando a todos. A falta de experimentar, de cheiros, de sabores, de comidinhas, regados de afeto de parentes e amigos, o contato com a natureza, seja com o pé na grama, o cheiro da chuva, a brisa no rosto, um abraço, um afago ou um beijo. Simples detalhes, mas icônicos para o principal sentido de nossas vivências: conexões! Quando guardamos nossas conexões no hipocampo, nosso cérebro nos devolve em uns pacotinhos que a ciência chama de sensações! Pois são estas sensações que carregamos de nossas viagens. E são delas que extraímos nossos sonhos e desejos.

Então, perpetuando um estigma milenar, a tendência para o turismo será retomar o que você tem de mais caro: seu bem-estar! Casualmente, este mesmo conceito já vem sendo praticado por quem tem priorizado o mindset (ou a reconfiguração da mente).

Segundo Carol S. Dweck, autora do livro “Mindset: a nova psicologia do sucesso”, o mindset é expresso entre otimista ou pessimista para as situações da vida e de como se portar diante delas. Reaprender a se desenvolver, adquirindo novos conhecimentos, habilidades e saberes faz parte de reconfigurar nosso mindset.

Nossos mindset vão se reconfigurar para acatar essas modificações. Não seremos mais permissivos com desdenho e arrogâncias típicos da pressa dos atarefados e das vantagens dos cartões exclusivistas. Desejaremos cada vez mais estar bem e ver os outros bem. E poder ter a certeza que podemos voltar a olhar nossos campos, nossas matas e nossas maiores riquezas: a capacidade de ter chegado até aqui, contada em anos de história e diversidade cultural.

E sejamos sinceros: – você e mais 7 bilhões de pessoas estão enfrentando a mais recente pandemia da história da humanidade. Com todo o conhecimento adquirido até hoje pela ciência, pela capacidade de infraestrutura e logística (a China levantou um hospital em 10 dias e o resto do mundo tem repetido o feito) não nos resta outro mindset que não de otimismo. Como escreveram as crianças italianas e inspiraram o mundo:  Andrà tutto bene (vai ficar tudo bem)! Na versão latino-americana: Va a quedar todo bien!

Você vai viajar de novo, mas buscando mais sentido e experiências para cada viagem. Andrà tutto bene!

Paulo Gusmão
Diretor Geral
Galápagos Tour Operadora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atendimento Online whatsapp